Diário Oficial

AO EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROMOTOR DE JUSTIÇA, DA COMARCA DE TOUROS, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. Resposta as notificações n° 2020/0000191901 e n° 2020/0000232119.

AO EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROMOTOR DE JUSTIÇA, DA COMARCA DE TOUROS, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. Resposta as notificações n° 2020/0000191901 e n° 2020/0000232119.

AO EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROMOTOR DE JUSTIÇA, DA COMARCA DE TOUROS, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE.

Resposta as notificações n° 2020/0000191901 e n° 2020/0000232119.

Excelência, do que compete a Administração Pública Municipal responder no caso em tela, destacamos:

Em atendimento a Recomendação 05/2020, conforme apurado no processo administrativo n° 2441/2020, e resposta enviada em 13 de abril de 2020 para o correio eletrônico pmj.touros@mprn.mp.br, com recebimento confirmado pelo servidor Francisco Canindé Gomes em 14 de abril de 2020, foi informado ao Ministério Público que:

  1. A merenda escolar é financiada principalmente com recurso federal e que o Município segue aos parâmetros estabelecidos pela Política Nacional de Alimentação Escolar;
  2. O excesso de cautela para atender a recomendação se deu por considerar a competência do Ministério Público Federal para tal e por ter em 2017 acompanhado a dificuldade do Município para superar vícios na execução de recursos em exercício financeiro pretérito;
  3. Que a decisão de aguardar a regulamentação federal foi tomada para proteger o sistema de ensino e salvaguardar a adequada execução do recurso e não incorrer em possíveis bloqueios como os de outrora;
  4. Que a Lei Federal n° 13.987 de 07 de abril de 2020 possibilitou a adequada aplicação do recurso e autorizou expressamente o que foi recomendado pela Promotoria de Justiça da Comarca de Touros, em tempo posterior a Recomendação;
  5. Que a Prefeitura através da Secretaria de Educação publicou convocação para o Conselho de Alimentação Escolar – CAE deliberar sobre a forma e critérios da distribuição e que os diretores das escolas foram oficiados a proceder a distribuição.
  6. Na ocasião, foi apresentado documentos comprobatórios das informações apresentadas na resposta com link da convocação do Conselho, redação da Lei Federal 13.987/2020, ata de reunião extraordinária do Conselho Municipal de Alimentação Escolar e oficio do CAE aos diretores de Escolas orientando da distribuição.

Como pode se evidenciar, a Secretaria de Educação procedeu com bastante transparência.

A Secretaria de Educação é a unidade mais complexa da Administração Pública de Touros, e em razão dessa complexidade, quatro secretários já desistiram da função renunciando abertamente ao cargo público.

Quando o secretário que me antecedeu renunciou a sua função em um evento publico de abertura do ano pedagógico, o Prefeito procurou um titular que pudesse administrar uma tão complexa situação, e encontrou um professor da Universidade Federal com vasta experiencia e fortes vínculos com a nossa Educação.

Porém, o senhor João Inácio, na condição de servidor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, não poderia assumir imediatamente a Secretaria para não implicar em acumulação indevida de cargo e remuneração.

Ele também requereu assumir a Educação de Touros com uma transição governamental, capaz de lhe trazer a segurança das informações e da complexidade apresentada. Deste modo, pediu aposentadoria e passou a comparecer sempre que possível e acompanhar as rotinas da Secretaria.

Daí a confusão de alguns, que desinformados das regras do Estado e pelo hábito de ver secretários largar o posto e outro assumir imediatamente sem a menor transferência de informações, quiseram crer que existiam dois secretários, mas como deve ser feito na Administração Pública, como ato de responsabilidade e respeito, o Prefeito designou temporariamente ao secretário de administração às responsabilidades pela Secretaria de Educação, sem remunerar pela função.

Assim que a aposentação do senhor João Inácio foi publicada em Diário Oficial, e ele, estando de posse das informações e conhecedor das rotinas e práticas adotadas, passou a assumir a demanda por definitivo, tendo sido nomeado secretário.

Portanto. Em face ao alegado, IMPUGNO, todas as ilações, levianas e sem o devido fundamento nos fatos e afirmo:

  1. Jamais foi jogado fora merenda escolar por ordem minha enquanto exerci a função de secretário de educação;
  2. Que R$ 168.000,00 (cento e sessenta e oito mil reais) de merenda representa um volume muito grande para uma denúncia tão pífia e sem quaisquer fundamentos ou evidencias;
  3. Que sobre o denunciante falar em temer pela própria vida e de seus familiares, além do todo do conteúdo da denúncia, é por inocência própria, ou desconhecimento ao meu respeito e do meu caráter. Ou por pura leviandade mesmo;
  4. Que sobre a alegação de que existiria uma eventual ilegalidade em eu estar em pleno exercício formal e legal, e o senhor João Inácio ter se submetido a uma transição governamental, que é uma prática idônea e necessária, amparada pelo Ordenamento Jurídico Nacional no qual é reconhecido e exigido, é uma ignorância do denunciante e de quem promoveu tamanha ilação;
  5. Quanto aos vídeos em um perfil denominado “Touros Decidiu Mudar” trata-se de distorção de áudios que enviei no grupo dos Gestores das Escolas e que criminosamente foi montado de forma a parecer dizer o que jamais foi dito e com o único intuito de atentar contra a dignidade do Ente Municipal e seus administradores para fins da propagação apelativa de fake News e promoção criminosa de perfis políticos com interesses espúrios a ordem democrática;
  6. Quanto ao dizer do denunciante que “ele mandou jogar fora a merenda escolar das crianças”, deveria o denunciante validar a sua denúncia com a mínima evidência, o que não a fez por inexistência de fatos;
  7. Quanto a minha residência, saliento que desde 2001, por necessidade, mantenho dupla moradia, jamais deixando de morar na cidade de Touros, no Frei Damião e na cidade do Natal, onde mantenho morada e escritório de trabalho;
  8. Sobre o meu expediente a serviço do Município, atendo de segunda a sexta-feira, das 08 da manhã até as 14 horas, e após as 14 horas, em expediente interno, na Secretaria de Administração, Palácio Porto Filho, Praça Bom Jesus, 28, Centro, Touros, CEP 59.584-000, fato que pode ser testificado por servidores do Ministério Público que rotineiramente entrega correspondências desta Promotoria para a Administração as quais assino pessoalmente.
  9. Por fim, lamento que tenhamos dispensado precioso tempo, meu e de Vossa Excelência, pelo dever que temos de trazer luz à verdade. E me disponho a prestar todos os esclarecimentos por confiar que a justiça se faz quando todos obedecem e se submetem às regras do Estado de Direito, no gozo e nos deveres legais.
  10. As informações apresentadas acima podem ser consultadas por testemunho de todos os Diretores das Escolas, dos Conselheiros da Alimentação Escolar, das Nutricionistas da Secretaria de Educação e de quem mais o Parquet desta Comarca julgar cabível.

  Pelo relevante Interesse Público das informações, publiquem a integra da resposta no Diário Oficial do Município, remeta a informação a Promotoria de Justiça da Comarca de Touros por via digital no correio eletrônico pmj.touros@mprn.mp.br, com pedido de confirmação do recebimento e por fim arquivem os autos em apenso ao processo n° 2441/2020-PMT, pela natureza e similaridade do objeto.

Touros, Estado do Rio Grande do Norte, 30 de julho de 2020.

Ruzem Raimundo Modesto da Silva

Secretário de Administração

Matricula n° 9180-1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS

Diário Oficial

LEI MUNICIPAL Nº 956, DE 18 DE JUNHO DE 2024

Diário Oficial

TERMO DE POSSE

Diário Oficial

LEI MUNICIPAL Nº 955, DE 18 DE JUNHO DE 2024.

Pular para o conteúdo